Browsing Tag

vida

Australia, Viagens, Vida

Top 5 Coisas que você precisa fazer para ter um intercâmbio inesquecível

8 May, 2015

1- Uma playlist power

Músicas têm o incrível poder de nos transportar de volta às experiências vividas no passado. Aerosmith até hoje me faz reviver a ansiedade do primeiro intercâmbio, Norah Jones traz à tona o êxtase vivido quando descobri uma praia paradisíaca na Tailândia, Green Day me lembra dos dias tediosos de neve quando eu vendia sorvete em Nova York. Faça uma lista com as suas músicas favoritas do momento e deixe tocar sempre que puder; no futuro todas essas lembranças poderão ser reacessadas apenas com um play.

2- Desconectar-se temporariamente do Brasil

Dê um tempo às notícias de lá, passe um período longe dos seus mais inseparáveis amigos e não se preocupe em acompanhar tudinho que rola nas conversas do Whatsapp. Assim você abre espaço para o novo. A ideia não é isolar-se de vez do resto do mundo – até porque, ainda bem, isso é impossível hoje em dia; apenas dedicar mais atenção à realidade local e às novas pessoas que entrarão na sua vida.

3- Enviar cartões-postais

Em tempos de mensagens escritas, faladas, filmadas e cantadas, todas instantâneas e gratuitas, não surpreende que o envio de cartas tenha entrado em desuso. Justamente por isso que é tão bacana quando, em meio a tantas contas pra pagar, encontramos um postal vindo lá de algum canto distante do planeta. É como se fosse uma souvenir, só que escrita à mão, com o nosso endereço, uma mensagem bonita e… muito fofo né? Além disso, é baratinho, rápido de escrever e você pode roubar de volta dos seus pais quando voltar. Quem sabe um dia eu também…

4 – Assumir quem você genuinamente é

Pode parecer um conselho óbvio, mas quantas vezes a gente toma decisões baseadas nas expectativas de pais, amigos, vizinhos, professores e sabe-lá-Deus-de-quem-mais? Talvez não nos demos conta, mas a influência do mundo externo está muito mais presente na gente do que você imagina. Aproveite a oportunidade de estar sozinho no mundo para fazer aquele corte de cabelo que sempre quis, vestir aquela camisa descolada que nunca teve coragem, ir ao cinema sem ninguém junto, desenvolver algum hobby doido ou o que mais der na telha.

5 – Viver uma aventura de verdade

Pegue carona, surfe em algum local remoto ou hospede-se na casa de desconhecidos. Corra perigos (não desmedidos, lógico) e sinta a adrenalina de estar vivo de verdade e aproveitando a vida ao máximo. A sua zona de conforto no Brasil você já deixou prá trás, para uma aventurinha extra você só precisa de um empurrãozinho. Aliás, salto de paraquedas também vale.

Texto feito pela Natalia Godoy que resolveu dar sua contribuição para o blog, veja mais textos como este lá no blog Sua Conterrânea

Australia, Brisbane

Ser formado e trabalhar em Sub-Emprego na Australia

5 April, 2015

Para começar este post eu já vou logo me contradizendo, os ditos “Sub-Empregos” não existem da forma como pensamos no Brasil, mesmo porquê os salários aqui são totalmente fora da realidade que estamos acostumados…vamos resumir!

Assim como a maioria de vocês, eu também sou formado, tenho um diploma em Propaganda e Marketing pela UNIP Alphaville, e vim para ca com aquele sonho de conhecer uma nova cultura, inglês e todo o bla bla bla que já estamos cansado de ouvir certo? Certo! Muitas pessoas me mandam mensagem com uma esperança enorme de trabalhar na sua área de atuação no Brasil e etc, não quero desapontar ninguém, claro que não é impossível mas é bastante difícil visto que já tem Australianos fazendo o mesmo que você, ou pessoas que se formaram aqui e já estão a muito mais tempo que você fazendo isso…

Enfim, tirando esta parte do sonho de trabalhar na área, ficamos com os empregos menos procurados pelos nativos, como Lavador de louça, garçom, cleaner e por ai vai, até ai tudo bem, o problema é quando nos pegamos pensando “Mas poxa, fiz 4,5,6 anos de faculdade para lavar louça? Banheiro? Será que é isso que quero da minha vida?” acreditem, já me fiz esta pergunta milhões de vezes, e quer saber, tem muito garçom por aqui ganhando mais que você formado em Publicidade (O que não é difícil nem no Brasil, eu concordo) afinal, com uns $500 por semana (R$1.150,00 +-) da pra viver legal não dá?

Mas a grande questão é, você está num intercâmbio, e está por um curto período de tempo, a não ser que você resolva realmente morar aqui para sempre, você terá que se sujeitar a fazer estes trabalhos, o que será ótimo para o seu crescimento tanto pessoal quanto profissional, seu inglês melhorará e sua perspectiva de mundo também!

Acreditem, nem todo “Sub-Emprego” é ruim, a maioria deles por aqui vai te deixar pagar suas contas e te dar uma graninha extra para fazer suas coisinhas enquanto estiver desfrutando da terra dos cangurus, então minha dica é: Relaxa e limpa essa privada com orgulho, seja em Miami ou em Brisbane, pois tenha certeza que é isso que te fará ter dinheiro por aqui se você quiser.

Claro que você não deve deixar de procurar emprego na sua área também, quão legal seria trabalhar na Australia em uma empresa da sua área? Demais não é! Lembrem-se se vocês tem como se bancar sem precisar de um salário aqui, existem programas de trainee, onde você pode trabalhar de graça para empresas australianas, na sua área sem remuneração, vale a pena para quem busca esse tipo de formação também, fiquem ligados!

É isso pessoal, obrigado por acompanhar mais um post, tamo junto!!

Brisbane, Vida

A ânsia da volta

4 February, 2015

Faltam dois dias para minha segunda volta para a Australia, normalmente eu estaria ansioso, fazendo as malas e babando pra chegar logo o dia de subir no avião e enfrentar as malditas 30 horas de vôo até o outro lado do mundo. Dessa vez a ansiedade está ao contrário, meu mês de férias no Brasil foi e está sendo tão bom que me peguei pensando seriamente em adiar essa volta.

Depois de mais de um ano morando fora do Brasil acabei acostumando com muitas coisas da vida de primeiro mundo que com certeza vou levar para sempre na minha vida, mas também aprendi que minha casa será sempre aqui, apesar de todos os maus fatores minha base está aqui e mesmo morando no melhor lugar do mundo, sinto que algo falta ao meu redor, eu sou um cara totalmente indeciso sobre tudo na vida, e essa não é uma situação diferente, será que será meu último ano? Será que vou acabar ficando por lá? Tudo vai depender de como será essa outra parte da aventura que está para começar de novo, emprego, grana, lugar para morar, todos são fatores decisivos na hora de ver se fico ou se volto (Should I stay or should I go?).

voltando-pra-casa

Acredito que muita gente que faz intercâmbio passa pela mesma situação, a gente acaba se pegando em doideras mentais e confusões que só quem já foi ou está viajando sabe como é, é deslumbrante chegar em um novo país, conhecer novas culturas e etc, mas quando a novidade acaba é só uma vida normal, mas em inglês, não deixa de ser animal, mas acaba virando rotina. Ainda amo a Australia com todo meu coração e espero que essa volta seja a melhor de todas, pretendo viajar bastante, conhecer a Asia e quem sabe voltar e me estabilizar no Brasil mesmo, até lá vamos ver no que vai dar.

Aqui no blog eu não tenho postado com frequência, prefiro fazer um post significativo e demorar mais do que encher ele de besteiras, deixem nos comentários suas opiniões, o que pode melhorar e o que esperam de mim também, posso ajudar com algumas palavras e dúvidas que tenham ok?

Obrigado por acompanhar, abraços!