Browsing Tag

distancia

Vida

Carência na Australia, isso existe?

24 March, 2015

Sabe aquele negócio que te faz ter minhocas na cabeça, que te tira as noites de sono, que te faz sofrer por dias e noites a fio esperando aquela mensagem chegar fazendo contas para saber que horas são no Brasil e perceber que as 13/12 horas são uma eternidade? Isso se chama carência! Mas calma, não é aquela carência de atenção, ou de simplesmente ter alguém…não.

Aqui na Australia as coisas acontecem muito rápido e mudam de uma forma constante, isso acontece com sentimentos também, aquela vontade carnal de ter alguém para abraçar e beijar está sempre presente, mas o problema é quando você se pega pensando que simplesmente não vale a pena sair por ai procurando em todas as bocas pelas ruas da cidade aquela que você realmente quer beijar. Eu sei que falo bastante sobre carência, solidão entre outros aqui no Blog, e falo com propriedade, depois de viver um relacionamento a distância por quase um ano e agora estar vivendo outro, para quem vive isso sabe muito bem como são as fases disso e como é dolorido aguardar a pessoa acordar do outro lado do mundo para ganhar aquele bom dia que te abre um sorriso e faz da sua noite um lugar menos escuro e solitário.

Escrever sobre a carência é algo fácil, mas difícil de explicar em detalhes o que sentir em relação a isso, há quem diga que a carência é algo passageiro, que você precisa sair para se distrair e esquecer por alguns momentos, mas como esquecer de algo que está tão presente e ao mesmo tempo tão longe? De repente aquela gata na balada já não é mais tão gata assim, e aquela vontade de levar ela pra casa é quase que nula ao pensar que ela, apesar de ser maravilhosa, não é tão interessante quanto quem está lá te esperando.

Digo que ajuda muito saber que em pouco tempo vocês provavelmente não verão mais posts como este por aqui, e eu poderei finalmente fazer um post decente e alegre sobre amor e relacionamento, afinal, minha namorada está voltando, e ao que tudo indica será uma das melhores fases da minha vida por aqui, e quem sabe a última!

Não sei o que será da vida daqui pra frente, por enquanto estou deixando a vida me levar, como já dizia o Zeca, e ver no que dá! Sempre tive tudo bem planejado e detalhado na minha cabeça e tem sido uma coisa muito louca não pensar no que serei e o que acontecerá daqui pra frente, estou meio que jogando com a vida, e vendo quem leva a melhor, quem sabe esse novo modo de enxergar as coisas não seja exatamente o que eu precisava não é?

Acho que já me estendi demais, comenta aqui embaixo o que você achou do post, vou adorar responder todos os comentários e falar mais abertamente sobre isso!

Obrigado por acompanhar, abração!!

Brisbane, Vida

Na Australia todo mundo é carente.

9 February, 2015

Saudades, saudades é aquela coisa maldita que preenche nossos corações quando quem você quer não está presente, que te faz morrer por dentro cada dia mais que fica longe daquilo que ama.

Parece que do outro lado do mundo está todo mundo carente, saudades da família, saudades dos amigos, da namorada (o), é engraçado como tudo aqui parece mais intenso, mais relevante, saudades de coisas simples como ver TV agarrado no sofá ou ir naquele restaurante que você ama ao lado da pessoa, são coisas que quem viaja sozinho passa, e eu achava que isso um dia ia passar, que voltar seria uma nova fase sem tanta saudade, mas taí, me pegando de novo em contradições que me deixam pra baixo por estar sozinho mesmo não estando.

Estar rodeado de novas pessoas, novas línguas, culturas e etc parecem não ser o suficiente pra suprir o que realmente se quer, e enquanto isso vamos seguindo, tocando até onde dá, até o coração mandar aquela primeira lágrima do fundo da alma, aquela que te faz pensar em desistir, largar tudo e voltar…

O coração e a razão são coisas que brigam o tempo todo em um intercâmbio, é aquele eterno clássico sentimental que te deixa louco, e olha que nem falei das 12 horas de fuso-horário ainda, que parece uma eternidade esperar a pessoa acordar para ouvir aquela voz que você esperou o dia todo, taí uma coisa engraçada, aquela voz que você se acostumou a ouvir não está com você todos os dias ao vivo, e as chamadas de Skype, Viber ou áudios de Whatsapp são o máximo de proximidade que você vai ter do que realmente quer. Pode ser uma coisa passageira, mas machuca, é doído…para quem vai é difícil e para quem fica é ainda pior, a força de seguir em frente e aguardar tem que estar presente a cada momento, para quem fica a vida continua sendo a mesma mas sem uma das peças fundamentais que faziam essa grande engrenagem chamada vida rodando firmemente…

Este é um desabafo de carência, saudades e um pouco de reflexão, afinal, quem me lê por aqui sabe que moro do outro lado do mundo, e aqui meu amigo, carência e lágrimas é coisa de homem sim, bate forte e machuca. Estejam preparados.

Cheers Mates!

Vida

5 Dicas para relacionamento a distância

26 November, 2014

Todos sabemos o quanto é complicado ficar longe de quem se ama certo? Então após algumas experiências na área me dei a liberdade de escrever algumas dicas que julguei válidas passar em frente para quem pretende ter um relacionamento a distância.

  • Nunca deixe de estar presente

Aquela ligação, mensagem de bom dia/noite, são essenciais para se manter presente mesmo estando do outro lado do mundo. Acredito que sempre que você se faz presente você também terá a pessoa presente na sua vida, dói, mas com calma tudo se ajeita.

large

  • Se coloque no lugar da pessoa

Quem fica no Brasil sempre sofre mais do que quem viaja, afinal a vida da pessoa continua exatamente igual. O que está mudando é a sua vida, que vai viver experiências novas. Sendo assim, se sua namorada(o) não viajarão com você tente sempre se colocar no lugar da pessoa e pensar em como você se sentiria se ela/ele saíssem para balada todo final de semana sem ao menos te avisar, tome cuidado com as mentiras.

large

 

  • Não minta

Além de ser algo que acaba com a confianca é ainda pior quando é para a pessoa amada. Se fez algo, fale. Se o sentimento mudou, converse. Se algo não está bom ligue. Mas não minta e faça a pessoa de besta do outro lado do mundo! Seja sempre verdadeiro com seus sentimentos e os dela/dele.

Camera 360

  • Cuidado com o ciúmes

Claro que vai rolar aquele ciuminho, aquele mimimi porque a pessoa saiu, porque adicionou gente diferente no Facebook, porque fez novos amigos e etc, mas é primordial para a saúde do relacionamento a distância que isso seja controlado. É bem simples, seja seguro sobre você mesmo(a) e deixe a pessoa livre para fazer o que quiser, afinal quando um não quer dois não brigam, então não banque o chato ou chata sempre que desconfiar de algo. Isso lembra a dica 3 sobre não mentir, você vai conhecer pessoas novas, do mundo inteiro e pode ser que acabe conhecendo alguem novo, mas seja sempre sincero com quem ficou!

large (1)

 

  • Seja feliz!

O mais importante de tudo é ser feliz, seu relacionamento pode esfriar com a distância e você acaba descobrindo que aquela pessoa já não faz mais parte dos planos que você tinha antes de ir para o aeroporto. Se isso acontecer termine, seja feliz e aproveite essa que pode ser uma das melhores fases da sua vida. Acredite: dói, mas passa!

large (2)

 

Espero que tenham gostado do post, estas são dicas que acho interessante serem seguidas, tendo a pessoa ao seu lado ou não o importante é ser feliz, e deixar que ela seja também, ninguém disse que seria fácil fazer intercâmbio certo? Quem disse que você veio aqui só para aprender ingles?

Acreditem, intercâmbio é um crescimento pessoal, um mantra, um tesão. Inglês acaba deixando de ser a coisa mais importante que você aprende vivendo essa experiência, pelo menos no meu caso.

Tem um vídeo bem legal com a Paula Buzzo do blog Não Provoque falando exatamente sobre isso também, da uma olhada:

 


Obrigado por acompanhar, um abraço e um beijo!!